Filie-se ao pt

Notícias

Mais do que nunca, é hora de BH votar PT (13)

É preciso sempre lembrar: com o PT no governo, o Brasil teve educação, universidade para pobres, teve saúde para todos em todos os lugares. Com o PT no governo, o Brasil tinha emprego, salários valorizados, renda para as famílias.

O PT mudou a cara de Belo Horizonte, de Minas e do país, com os prefeitos Patrus, Célio de Castro e Pimentel, e os governos Lula e Dilma. Oportunidade para todos, principalmente para os mais pobres; inclusão social e distribuição de renda; participação popular e democrática, com mais educação, saúde e cultura. Um Brasil soberano e com voz ativa no cenário internacional. Apresentamos 13 motivos para votar PT:

 

1 - Direito à moradia

No governo Fernando Pimentel, o “Vila Viva” foi considerado o maior programa de urbanização e moradia do país; lançado no governo Lula, o “Minha Casa, Minha Vida” entregou até 2017, 2,6 milhões de moradias e beneficiou 10 milhões de pessoas.

 

2 - Do Restaurante Popular ao Fome Zero

Patrus Ananias garantiu segurança alimentar à maioria da população, incrementando a rede de restaurantes populares e o fortalecimento da agricultura familiar; em 2003, Lula lançou o Fome Zero e 44 milhões de brasileiros puderam fazer três refeições diariamente. O Brasil fora do Mapa da Fome da ONU.

 

3 - Educação Básica: Da Escola Integrada e UMEIS ao “Mais Educação”

Em BH, o PT iniciou uma renovação do ensino público, referência para o país. Com Patrus, o projeto da Educação Básica estabeleceu os ciclos como modelo didático de formação; com Célio de Castro, a criação do Conselho Municipal de Educação normatizou a educação infantil; com o prefeito Fernando Pimentel foram criadas as UMEIs e a Escola Integrada, que serviu de base para o “Mais Educação” nos governos Lula e Dilma. Governador de Minas, Pimentel celebrou um acordo histórico tendo como base o Piso Nacional Salarial para os professores.

 

4 - Ensino profissionalizante

O Ensino Médio é o período de maior evasão escolar. O governador Pimentel ampliou convênios, por meio dos institutos federais e UTRAMIG, para executar o PRONATEC. Nos 12 anos dos governos de Lula e Dilma foram criadas 282 escolas técnicas federais, três vezes mais do que foi construído em quase um século. O PRONATEC capacitou 6,8 milhões de jovens.

 

5 - Acesso e Permanência na educação

Iniciado na gestão Patrus, na PBH, o Programa Bolsa Escola institui um beneficio às famílias com crianças de 7 a 14 anos, que estejam em situação de risco. Em âmbito federal, foi lançado o REUNI, programa com o objetivo de expandir o acesso e garantir a permanência no Ensino Superior público. O FIES, as cotas sociais e raciais, Ciências sem Fronteiras, ProUni e o ENEM também garantiram a ampliação da qualidade e das vagas em universidades.

 

6 - Participação popular e democracia

Em BH, uma iniciativa histórica do PT foi o fortalecimento dos conselhos populares e o Orçamento Participativo, que permitem a população decidir as obras da cidade. Na gestão Pimentel, o OP-BH entregou a milésima obra. Foram centenas de conferências nacionais, instâncias democráticas, realizadas nos governo Lula e Dilma.

 

7 - Um Brasil Sorridente e Saudável

A grande marca das gestões petistas em BH foi consolidar a municipalização da saúde, ampliando e diversificando o atendimento à população e criando novas possibilidades para os programas federais. BH é referência no modelo de saúde bucal, saúde mental e luta antimanicomial. Em 2011, a presidenta Dilma lançou a Rede Cegonha para ampliar a assistência às gestantes e aos bebês, reduzindo mortalidade infantil. Lula e Dilma criaram milhares de UBSs, UPAs e ampliaram o SAMU, além do Programa Saúde da Família com 34,4 mil equipes atendendo a 56% da população, “Brasil Sorridente”, “Mais Médicos”, “Farmácia Popular”...

 

8 - Cultura para todos

Nas administrações petistas em BH, os recursos e ações de cultura foram descentralizadas nas nove regionais, acolhendo demandas e manifestações locais. Foram criados FIT, FAN, FIQ, encontros nacionais de Literatura e Hip-Hop. No Brasil, Lula e Dilma garantiram a aprovação do Plano Nacional de Cultura, que criou de milhares de pontos de cultura em todo o país. Com Pimentel, foi regulamentado o novo Sistema de Financiamento da Cultura em Minas Gerais.

 

9 - Distribuição de renda: do Bolsa Escola ao Bolsa Família e Aumento real do Salário Mínimo

O programa “Bolsa Escola” e a agenda de políticas de combate à pobreza, de segurança alimentar, no governo Patrus, serviram de modelo para Lula criar o “Bolsa Família”, principal instrumento de combate à miséria, que chegou a atender mais de 45 milhões de brasileiros. O governo do PT reduziu a miséria no Brasil, que caiu 27,7%. Lula e Dilma garantiram 77% de aumento real para o salário mínimo, que melhorou a vida de milhões de pessoas.

 

10 - Alimento saudável e agricultura Familiar

A agricultura familiar do Brasil é a 8ª maior produtora de alimentos do mundo, com faturamento de US$ 55,2 bilhões por ano. Isso começou em BH, nas gestões do PT, com a ampliação dos sacolões, com produtos vindo direto da roça. Nos governos Lula e Dilma, 30% produtos adquiridos para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foram produzidos pela agricultura familiar.

 

11 - Obras para um novo Brasil

Implementadas pelo prefeito Pimentel, o “CentroVivo” proporcionou mais avanços na qualidade de vida da população. Outros destaques são o “Vila Viva”, a duplicação da av. Antônio Carlos, a conclusão do Complexo da Lagoinha e a revitalização do centro da cidade. Nos governos Lula e Dilma, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) gerou um volume recorde de empregos – 8,2 milhões de postos de trabalho, em 37 mil empreendimentos. A Transposição do Rio São Francisco já estava com 90% da obra concluída (2015), garantindo água a 12 milhões de habitantes do Semiárido nordestino.

 

12 - Política internacional

As gestões petistas garantiram papel internacional a BH. Intercâmbio cultural e políticas públicas foram premiadas e a capital integra a Rede Mercocidades. Os governos Lula e Dilma conquistaram respeitabilidade internacional: missões de paz; quitação da dívida com o FMI; US$ 375 bilhões em resevas cambiais; integração de nações do continente (UNASUL) e do MERCOSUL e a criação do BRICS. A descoberta do Pré-sal elevou o Brasil da 15ª para 3ª maior reserva de petróleo do mundo.

 

13 - Causas identitárias e Inclusão Social

A promoção efetiva da inclusão social e da participação popular e democrática foram marcas nas gestões do PT em BH, respaldadas pela criação das coordenadorias de Mulheres, LGBT, Juventude, Idoso, Pessoas com Deficiência e Combate ao Racismo. Em Minas, na gestão Pimentel, foi criada a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac). Lula e Dilma ampliaram esse modelo de proteção social no Brasil.

 

Muitos desses programas foram extintos ou reduzidos no governo Temer.

 

Em 2018, vote 13

Elegendo deputados, senadores, governador e presidente comprometidos com oportunidades para todos e com o desenvolvimento do Brasil, reverteremos o golpe que cometeram contra o país. Se você se indignou com o impeachment de Dilma, a prisão de Lula e a retiradas de direitos, Minas Gerais será o palco do grande embate dos dois projetos para o Brasil. Mais do que nunca este é o momento de votar PT. Vote 13, de cabo a rabo.

 

Presidente: Haddad 13 | Governador: Pimentel 13 | Senadora: Dilma 133 | Senador: Miguel Corrêa 130

 

Mais informações: www.ptbh.org.br | Facebook.com/PTdeBH

 

#HaddadPresidente

#PimentelGovernador

#DilmaSenadora

#MiguelCorreaSenador